TECNOLOGIA
Mais Lidas
Agenda Bahia

Investir em educação e infraestrutura sustentável é o caminho para superar crise

Momentos de crise são oportunidades de bons negócios e de olhar para o horizonte, afirmam especialistas que estiveram no Agenda Bahia

Flávio Oliveira (flavio.oliveira@redebahia.com.br)
Atualizado em 04/07/2017 13:24:51

Representantes do setor produtivo da Bahia e dos governos estadual e municipal tiveram ontem um momento reservado com o economista Rogério Studart, ex-diretor do Banco Mundial e membro do Global Federation of Competitiveness Council.

Palestrante do Fórum Agenda Bahia, Studart conduziu uma pesquisa sobre como os bancos de desenvolvimento financiam obras de infraestrutura em todo o mundo. Ele descobriu que há dinheiro disponível para projetos de infraestrutura sustentável, que são obras de infraestrutura que resultam na criação de emprego e renda e na preservação do meio ambiente.

Studart: “Existe dinheiro. Brasil só precisa de bons projetos" (Foto: Evandro Veiga / CORREIO)

A conversa reservada teve o objetivo de ajudar empresários e secretários estaduais e municipais a identificar oportunidades concretas para a criação de projetos de infraestrutura sustentável e como apresentá-los a organismos de financiamento nacionais e internacionais para viabilizá-los.

Segundo o especialista, bancos e fundos de investimentos querem resultados sustentáveis em suas aplicações, porque, atualmente, há uma convergência entre a “paixão pela sustentabilidade” e o interesse de obter lucro econômico. “Sempre ouvi que o Brasil perdeu o bonde da história. Este bonde está aí, dando bilhetes de graça para quem quiser entrar. Existe dinheiro. O Brasil, o estado ou o município só precisam chegar com um bom projeto”, disse.

Durante a reunião, representantes da prefeitura de Salvador citaram projetos que podem ser classificados como de infraestrutura sustentável. Um deles é o de saneamento da bacia do Rio Mané Dendê, no Subúrbio Ferroviário. O projeto já foi aprovado pelo Comitê de Financiamento Externo (Confiex) do Ministério do Planejamento e entra em fase de elaboração de projeto. A obra vai sanear o rio, levar energia, água encanada, rede de esgoto e pavimentação para uma área que abrange cinco bairros: Plataforma, Itacaranha, Ilha Amarela, Alto da Terezinha e Rio Sena, beneficiando 30 mil pessoas.

“É um grande projeto que vai mudar os indicadores sociais daquele local,um dos mais baixos de Salvador”, disse Tânia Scofield, presidente da Fundação Mário Leal Ferreira. O projeto está orçado em US$ 135 milhões, metade do valor será financiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento, que ainda doou à prefeitura US$ 1,1 milhão para a elaboração do projeto.

Na discussão com representantes do estado, Studart citou como case de sucesso os investimentos da cadeia de energia eólica na Bahia. O estado tem se destacado na geração de energia pela força dos ventos e também atraiu empresas que fabricam os equipamentos utilizados nos parques eólicos.  

Energia renovável, inclusive, é um dos segmentos mais promissores da área de infraestrutura sustentável. Do ponto de vista empresarial, além do tema da energia renovável, foi levantado, entre outros, a possibilidade de investimentos na reciclagem de resíduos. A exemplo do vidro.

O Fórum Agenda Bahia é uma realização do jornal CORREIO e da rádio CBN, em parceria com Braskem, Coelba, Fieb e da prefeitura de Salvador. A edição 2016 do fórum encerra hoje com o tema “A diferença que o talento faz”.

Confira a programação de hoje:

*9h - Talk Show: Como o Propósito Pode Transformar as Empresas - Marcos Caetano (Brunswick Group)

*10h - Talk Show: Ela Tirou uma Ideia do Papel. E a Levou para Quase 100 Países – Lorrana Scarpioni (Bliive)

*11h - Talk Show: Da Bahia para Alemanha: As Dores e Delícias de Investir na Carreira no Exterior - Sandro Machado

*11h30 - Painel: A Cultura do Acerto Inibe os Talentos? Com Marcos Caetano, Lorrana Scarpioni e Sandro Machado

*14h - Painel - Combinação que Dá Lucro - Cuidar de Pessoas e do Ambiente de Trabalho - Cezar Almeida (ABRH-BA), Lídia Abdalla (Sabin) e Raymundo Dorea (Engpiso).

*14h - Oficina B: Teoria para Prática: Como o Talento Pode Fazer a Diferença no Mundo do Trabalho Serão apresentados os cases Ciência na Escola: Um Projeto Reconhecido; Automação para Casa Inteligente; Inovação Científica: Profissionais Qualificados Fazem a Diferença

*16h - Oficina C: Empatia no Processo de Liderança Tati Fukamati

*17h30 - Bate-Papo: Cultura como Valor para a Transformação. Margareth Menezes e Ricardo Castro.

publicidade

Últimas

+ Notícias